quarta-feira, 12 de outubro de 2011

TEMPOS DE INFÂNCIA

Hoje trago texto sobre meu tempo de criança. Às vezes  bate uma saudade, mas nem de tudo  dá para sentir saudade. A infância de hoje tem muito mais recursos, os brinquedos são fantásticos, sinal dos tempos que mudaram. E para sorte das crianças, mudaram para melhor, na minha opinião.
Brincadeiras de POLÍCIA E LADRÃO, ESCRITÓRIO, PIQUE BANDEIRA, BOLA DE GUDE... ah... essa parte até que eu sinto  saudade! Eu sempre fui muito magrela, ágil e  me dava bem nestas brincadeiras, mas quando a brincadeira era um jogo chamado de QUEIMADA, eu estava fora, sempre perdia!

Na década de 70 a programação da TV era um fiasco! As crianças de hoje são criaturinhas de muita sorte e não sabem! A minha geração  assistia  os  programas repetidos porque afinal,  só tinha aqueles! De vez em quando sinto saudades de algum desses desenhos  e assisto no you tube (graças a Deus existe a internet!), mas só os desenhos que eu gostava: MANDA CHUVA (um bando de malandros), OS HERCULÓIDES  (bem politicamente corretos para a época),  SHAZAM (idem) e a CORRIDA MALUCA (absoluta e politicamente incorreto).  Além desses acima ainda tinha  O ZÉ COLMEIA (um urso ladrão), NACIONAL KID (uns monstros japoneses que hoje dão até vontade de rir!), CAPITÃO ASA (uma espécie de  Xuxa da década de 70), BANANA SPLIT (uns bonecos muito estranhos, mas eu até que gostava de algumas músicas...hehehe), os THUNDERBIRDS (idem) enfim, a variedade não era muita.
Acho que a TV brasileira comprava poucos episódios, então REPETIA, REPETIA, REPETIA...
Outro dia estava assistindo televisão e parei estatelada num canal:  pasmei! estava passando um desenho chamado  Os apuros de Penelope, com a mesma plástica (ou falta de plástica) da década de 70, em plena era da animação digital! Ninguém merece!

Alguns saudosistas acham que antigamente era melhor... era nada!

Ainda bem  que hoje temos games, equipamentos de ultima geração, interatividade, conectividade, tempo real! É tanta coisa legal, que de vez em quando a  gente volta a ser criança. Se nos tempos de criança a gente jogava jogos de tabuleiro como WAR  ou BANCO IMOBILIÁRIO com a familia reunida, agora é a vez do AGE OF EMPIRE, PIRATAS DO CARIBE, ZUMA, LEGEND OF ELDORADO (para citar os que gosto).

Se você tem possibilidade de colocar jogos em rede, joga a família toda. E claro, nessa hora a gente vira criança outra vez, as vezes até esquece da vida...

Outro dia acompanhei minha filha até o consultório dentário, ela não é mais criança, mas como ia fazer um procedimento demorado  fui dar um apoio moral. Enquanto ela era atendida eu, na sala de espera, jogava no celular dela que é de última geração, claro! Consegui passar várias fases do jogo e  fiquei tão distraída que não ouvi quando o dentista chamou.  A minha filha falou para o dentista:  "quando ela joga no meu celular, fica assim, parece que foi abduzida!". O dentista (que lá no fundo também deve ficar em estado de "abdução" quando joga )  respondeu, rindo    "meu Deus, que monstro você criou!" .


FELIZ DIA DAS CRIANÇAS PARA AS CRIANÇAS  DE TODAS AS IDADES!

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

MELHOR QUE CHOCOLATE?!





Olá,
hoje, após um tempo sem postar, resolvi rever  alguns livros. O texto de hoje está no livro "MELHOR QUE CHOCOLATE - 50 MANEIRAS COMPROVADAS DE SER MAIS FELIZ", de Siimon Reynolds, com ilustrações de Jenny Kostecki e tradução de Maria José de Abreu Pinheiro, publicado pela Editora Carpe Diem, página 95.

A capa do livro faz pensar na pergunta: "o que pode ser melhor que chocolate?", principalmente para aquelas pessoas que amam chocolate mais do que tudo na vida, que não é o meu caso, mas como convivo com vários chocólatras, já ouvi muitas vezes esta pergunta quando mostro este livro.

A gravura do chocolate  foi retirada de um blog interessante sobre bem estar e que fala sobre os benefícios do chocolate. Se quiser  mais informações sobre o assunto segue o endereço do  mesmo:

E aí, vai ficar só no chocolate ou vai experimentar outras as coisas boas da  vida? 




DEMONSTRE SEU AMOR
Ao dizer a alguém o quanto você o ama, em geral isso lhe fará sentir-se incrivelmente bem. "Ouvir alguém dizer que me ama" foi uma das frases campeãs numa pesquisa realizada há pouco tempo sobre coisas que as pessoas gostam de ouvir. Todavia, e isso é interessante, ela também funciona no sentido inverso. Pesquisas sobre o bem-estar das pessoas mostraram que, ao expressarmos nosso amor por alguém, da mesma forma isso nos faz sentir bem. E, além do mais, este sentimento tende a permanecer com a gente durante todo dia.

Na pressa e no alvoroço de nossas vidas cotidiana, é fácil esquecer de demonstrar nosso amor  àquelas pessoas que apreciamos. Pergunte a si mesmo: "Quais são as cinco pessoas no mundo de quem eu mais gosto, e quando foi a última vez que eu parei para expressar esse sentimento a elas?"